sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Elídio Queiroz anuncia reveillon de Jardim de Piranhas


Tudo pronto para o Réveillon da Amizade, a festa do recomeço. O evento promovido pelo prefeito eleito Elídio Queiroz, tem como objetivo reunir as famílias de Jardim de Piranhas numa grande confraternização, simbolizando a preocupação da nova gestão em governar para todos.
A festa da virada será comandada pelo cantor, animador e humorista Kaberg Azevedo que reúne seus amigos para uma grande apresentação. Também se apresentam Marquinhos Carreira e Banda Saculejo, encerrando com a banda Forró do Amasso.
O réveillon será o último evento público promovido por Elídio Queiroz antes de assumir o cargo de prefeito. Neste sábado, 29, ele anuncia oficialmente sua equipe de governo e até segunda, 31, Jardim de Piranhas e o Seridó conhecerão a marca de seu governo que mudará completamente a perspectiva publicitária das administrações.
Elídio Queiroz e Naná da Farmácia serão empossados prefeito e vice na manhã do dia seguinte, terça-feira 1° de janeiro, logo após a missa de posse em programação que só termina às 11h com a entrega da chave da cidade.

13 comentários:

  1. AS BILAS DE MEDUSA

    agora é pra valer. os carros de luxo usados pela maioria dos piranheiros, literalmente, custaram os olhos da cara. depois de cinco anos, a operação AS BILAS DE MEDUSA feita pela INTERPOL, juntamente com o FBIT federal bureua de investigação da timbaubinha, concluiram que, ao contrário do que todos acreditavam, as montanhas de dinheiro usadas para compra de pick-ups de luxo, em jardim de piranhas, não veem dos lucros da indústria têxtil, nem da corrupção, e sim, do criminoso comércio de córneas humanas. segundo a INTERPOL E FBIT, 96,07 por cento dos proprietários de carros de luxo em jardim de piranhas só enxergam por um olho. só uma perguntinha básica: o que acontecerá se cair um argueiro nos olhos dessas pessoas, quando elas estiverem dirigindo seus carrões?

    Por
    Burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  2. NÃO PEDIMOS AUTOGRAFOS – ALERTA A PLACA NA ENTRADA DA CIDADE DE SÃO JOSÉ DOS CACETES.

    celebridades hollywoodianas desfilam pelas ruas de são josé dos cacetes, um dos pontos turísticos mais badalado do brasil, e nem são incomodadas por gente babaca, ridícula, pegajosa, aquela gente, que delira que tem um passaporte para aceitação, só porque tirou um retrato com um famoso. gente tacanha que precisa se esfregar na fama dum astro do entretenimento para se sentir importante, notada. agorinha passeavam bob dylan, de bermudas e chinelos, o franga de chico branco com duas gata tipo égua quarto-de-milha, john deep, marcelo d2 – e ninguém nem bateu a passarinha.

    aos domingos, dia da feira, é comum encontrar, logo cedinho no mercado municipal, bill gates se deliciando com fruta de cardeiro ou escaldado de farinha. são jose dos cobre na bala, só não é muito legal durante os meses de novembro e dezembro. aqui, nesses meses, as nevascas são brutais. açudes congelam. as rodagens ficam intransitáveis devido a acumulação de neve. as temperaturas despencam a níveis glaciais. fora isso...

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  3. ERA UMA VEZ UM FAZENDEIRO SERIDOENSE...

    da casa do morador escravo da fazenda, na mesa, jejum, dava para ouvir o festim lá na casa do fazendeiro ruim: “é sal preso?” “bem passada?” “gordurinha na carne pode até fazer mal, mas dá gosto!” – gritavam os convivas.

    da casa do morador escravo da fazenda, penduradas numa corda, duas mudas de roupas velhas, dava para ouvir o festim lá na casa do fazendeiro injusto: “coberto” “recoberto” “por riba” “ aí é cajueiro, menino... bati!” – bravateavam os filhos de jacquemin gringonneur

    da casa do morador escravo da fazenda, onde a vaidade é intrigada de sangue a fogo, com o povo da casa, dava pra ouvir o festim lá na casa do amo ruim: “diga xis” “ o blog dele é um sucesso” “vai sair no diário e na revista” –alardeava a vaidade imprestável.

    lá do céu se ouvia um anjo: “pai, perdoa-os” “eles não sabem o que faz”

    lá do inferno se ouvia, a rainha do inferno, dadaca: “eles podem até, não saberem o que faz. mas só um milagre empatará que, eu entregue aqui no reino do vale das lágrimas de sangue, uma mola de caminhão chevrolet continental pegando fogo e uma jarra de chumbo derretido ao fazendeiro ruim, quando neto bugari dobrar e chico de telmo cavar para ele.

    por
    burro na sombra de meia soquete


    ResponderExcluir
  4. OS PANOS NAS PEDRAS
    tom ford, renomado estilista americano, já se encontra em brejo do cruz. Tom, esse ano criará uma exclusivíssima coleção de vestidos para as senhoras brejenses. as damas da alta sociedade da cidade natal de ze cara de areia mijada ramalho trajarão, adornadas com joías da tiffany, os vestidos criados por tom ford, quando elas estiverem pedindo, nos sítios e fazendas, galináceos e miuças para serem rifados durante uma grande e tradicional da cidade.

    paleontólogos com ajuda do babalorixá de timbaúba dos que morrem de medo da bandeja de salomé, antônio de noca, encontraram indícios que a pedrona, na qual brejo do cruz repousa, foi usada por baleias, como coçardor de espinhaços, no tempo que as águas azuis do atlântico se balançavam sobre a terra dos viciadas em mudas de grife.

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  5. AS BILAS DE MEDUSA II
    steve wonder, cantor cego, norte-americano, foi visto em jardim de piranhas na boleia dum caminhão cegonha carregado de pick-ups de luxo. a presença do cantor americano, é tida como um revés da operação AS BILAS DE MEDUSA, que, tinha dado como extinto o tráfico de córneas humanas em jardim piranhas. trafico esse que sustenta a compulsão dos piranheiros por carrões de luxo. o FBIT, Bureau de Investigação da timbaubinha, que dirigido pelo temido chaga de ló e a interpol estão facheando, literalmente, a população de jardim de piranhas. há, em vários pontos daquele município, blitz durante a noite. quando o carro é parado na blitz, o procedimento padrão é focar com uma lanterna acesa nos olhos do motorista. os policiais receberam treinamento para identificar o reflexo dos olhos descórneados. com a identificação positiva no processo de facheamento das bilas, o condutor do automóvel será investigado. se for confirmado que trocou sua córnea por um automóvel, será apresentado a dama com a espada numa mão, e a balança na outra, dama essa que trabalha com os olhos vendados. tá vendo bichim?!

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  6. PEDRAS NOS PANOS

    você, de brejo do cruz que segue o blog encantos do seridó. encontra-se a vinte e tantos anos na cidade de catalão, na apanha de feijão, um cidadão brejodocruzense doido para voltar ao pedrão natal. já não voltou com vergonha. GANCHO DE PEGAR CALANGO, como era conhecido quando morava na cidade do grande cantor ZÉ CARA DE AREIA MIJADA RAMALHO, sabe que para ser um ser de sucesso em brejo do cruz, é preciso ter uma mala cheia de roupas lordes. deveras escalafobético, né? GANCHO, depois de muito suor derramado na terra dos que comem tudo com pequi e gueroba, só conseguiu colocar em sua mala de tariscas, duas mudas. pior. para o desespero desse pavão depenado da terra das pedronas, essas duas mudas são compostas de duas camisas, uma de murim, e outra de voltaomundo, duas calça de tergal e dois pares de calçados, um par de kichutes cadação e um par de congas azuis com a chapuletas brancas.
    sabe, eu dou toda razão a GANCHO. o pai de GANCHO, lá em brejo do cruz, xaxa batata de sapato cromo alemão, e sua mãe faz escaldado de farinha com um vestido da mason givanchyr.
    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  7. ESSE SOIN SOU EU

    zé do violão, um grande artista, sonha sentar no batente da porta da frente de sua casa, sem precisar nunca mais ter que sair na batalha por rango. mas, o réiado zé do violãn tem que matar um papa-léguas todo dia, para não morrer de fome.

    roberto carlos poderia se espichar num banco de areia de sua ilha tropical, sem ter que se preocupar nunca mais com as despesas de uma vida super luxuosa. mas, o aleijado de cachoeiro prefere pagar soin, cabelo vassoura velha véia de piaçava passada a ferro quente, roupa de gigoló supersticioso, maquiagem-rebouco que não aguentaria um segundo de esfrega duma fá cabida, uma claque de famosos na primeira fila, claque, essa, que gostaria mesmo era estar num show de marisa monte ou ellen oleria. e o pior, cantando um pout-pourit de suas músicas do tempo do ronca, como se fosse uma avant-premiere.

    por
    pássageiro do abismo,
    com o bucho cheio de lavagem. restos de comida da ceia de natal. carnes grachentas. farofa batizada. arroz fossilizado. sobremesas diabéticas. tudo boiando em refrigerante sem gás, no estomago. e lá no osso do gostoso, o ácido úrico dizendo: ô de casa!

    ResponderExcluir
  8. LABÉU

    se a procura por “felicidade” se transformar em dor, no homem humano, ocorrerá um providencial remorso, que lhe esmagará o peito, a aversão pelo suposto deleite será vencedora em sua alma e o esquecimento da infelicidade será sepultado pelas boas ações. mesmo assim, pense e pese bem antes de agir, pois, uma vez infamado, mesmo sinceramente arrependido, e castigado, o arauto asa negra, cujo o oficio maior é tentar reabrir feridas, poderá bradar: “confiável?” “jamais” “foi!”...“e nunca” “será!” e assim, despertar, mais uma vez, a infelicidade.

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  9. A SAGA DO CABA QUE COMEÇOU COM UM CASAL DE CASCAVINAS, E TERMINOU COM A NAMORADA DO REI

    manel cabeção, no inicio dos anos setenta, trouxe um casal de rolinhas cascavilinas, do sítio poço da cruz, sua naturalidade. no beco do skói skói, manel trocou as rolinhas por um galo. fez uma parceria com bibica, caba véi versado na instrução normativa do rifismo, para rifar o galo. devotos de são galope, padroeiro do povo me dê me dê, bibica e cabeção foram ungidos pelo santo padroeiro. conseguiram, sem ninguém sorteado, rifar o galo quarenta e quatro vezes. bibica, que só tem compromisso com o vento do norte, pegou sua parte e investiu em brahma crua(só cerveja, sem tira-gosto de nada), enquanto mantreava “sou tricolor de coração...) cabeção, muito caviloso, comprou um carneiro e uma marrã. depois de pagar o incra do bairro paraiba, soltou as miuças na manga do diocesano. logo, dois burregos, duas rifas, duas benções do padroeiro são galope. bibica continuou com abanador dos ares. cabeção tinha ambição. enquanto o balido aumentava no bairro paraíba. os devotos de são galope ampliaram o rasteirão da economia. rifa de relógio, rifa de rádio, rifa de bicicleta, rifa, rifa, rifa.

    depois de muitos anos de catira, manel cabeção é o maior proprietário particular em terras de comprimento continuo. cabeção tem uma nesga de terra, com média de cinquenta braças largura, que vai do poço da cruz, na paraíba, até são luiz, no maranhão. em suas fazendas espalhadas pelo brasil, há duzentos e cinquenta açudes do tamanho do itans, quatro mil tratores, cinquenta mil cabeças de gado leiteiro, dois helicópteros e quatro aeronaves. dizem as más línguas, que, quando roberto carlos, com a namorada, foi passar um final de semana na fazendo de Manuel cabeção que fica em Timbaúba Dos Tem Medo de Salomé, teria dado uma carimbada, com capotão, no espinhaço do rei do iê iê iê, traduzindo, teria colocado a cocota do caba de cachoeiro, na atividade de pular riacho e saltar coivara com baba de traíra. traduzindo mais ainda, colocou o rei para brigar com touro. mas no final deu tudo certo. a cocota meteu pé, e voltou para os braços do touro de cachoeiro de itapemirim, não aguentou a mascação de fumo de manel cabeção. roberto, inspirado pela carimbada, gravou “esse touro sou eu”. grande sucesso na novela de glória perez, OU DÁ, OU DESCE.

    bibica continua até hoje se encontrando. feliz da vida, com o vento briseiro que costuma dar um bicudo na abafação.

    Por
    Burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  10. NÃO PEDIMOS AUTOGRAFOS – ALERTA A PLACA NA ENTRADA DA CIDADE DE SÃO JOSÉ DOS CACETES.

    celebridades hollywoodianas desfilam pelas ruas de são josé dos cacetes, um dos pontos turísticos mais badalado do brasil. em são josé dos cobre na bala não há gente babaca, ridicula e pegajosa, aquele tipo de gente, que delira que tem um passaporte para aceitação, só porque tirou um retrato com um famoso. em são josé dos bula se for homem não há pessoas tacanhas, que precisam se esfregar na fama dum astro do entretenimento para se sentir importante, notada. agorinha passeavam, juntos leriando, bob dylan, o franga de chico branco, john deep, tony ramos e Pedro bujão – e ninguém nem bateu a passarinha.

    aos domingos, dia da feira, é comum encontrar, logo cedinho no mercado municipal, bill gates se deliciando com fruta de cardeiro ou escaldado de farinha. são jose dos pêi pêi pêi, só não é muito legal durante os meses de novembro e dezembro. aqui, nesses meses, as nevascas são brutais. açudes congelam. as rodagens ficam intransitáveis devido a acumulação de neve. as temperaturas despencam a níveis glaciais.
    - hei, sir mick jagger, you can not park donkey there, not
    - ei, doido de zé maia, quem é aquele montado no jumento?
    - volti, você não conhece o líder dos stones, não, brocoió?

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  11. REALEZA BULIÇOSA. ANATOMIA DESPEDAÇADA

    houve um grande tumulto no centro de Caicó, causado pelos donos de helicópteros que fazem lotação de Caicó a Ipueira. os aerotáxitas tocaram fogo em pneus, em protesto ao fechamento por motivo banal, segundo eles, do espaço aereo de São João do Sabuji. motivo? o principe Guilherme, da Holanda, paraíso dos olhos de juriti, que é ex-campeão de slalom alpino, resolveu depois de sua visita a Timbauba Dos Têm Medo Da Bandeja De Salomé, esquiar na encosta norte do pico do Sabuji. o grande interesse do príncipe é devido a singular compactação da neve, e a extraordinária inclinação da escosta norte do pico. essas singularidades colaboram para uma vertiginosa velocidade de descida. só os grandes ases do esqui na neve têm coragem de encarar tal desafio. já a princesa Máxima, mulher de Guilherme, foi visitar Karl Larguefeld, que se mudou, recentemente, para Brejo do Cruz. para quem não acompanha as noticias do mundo fashon, Brejo do Cruz, hoje, rivaliza com Milão e Paris no quesito alta costura. no entanto, devido a enorme compulsão do povo das pedronas, por roupas, há boatos escabrosos: brejodocruzenses estariam vendendo seus rins e outras parte do arrasto, para comprar roupas de grife. a policia interditou uma grande clínica, que poderá estar envolvida nesses transplantes clandestinos. esse mesmo tipo crime, venda de órgãos humanos, estaria atingindo a cidade vizinha, jardim de piranhas. segundo os investigadores, haveria, na terra de Perna do Banjo, um grande esquema criminoso de vendas de córneas humanas. o dinheiro desse hediondo tráfico estaria sendo usado pelos jardinenses viciados em pick-ups de luxo.

    por
    burro na sombra de meia soquete

    ResponderExcluir
  12. Joaquim Dutra Av rio Branco S.Cecilia - JP31 de dezembro de 2012 08:10

    O Sr prefeito vai conseguir a volta da rivalidade do Cap e Rsi, com este reveillon da amizade ou das intrigas vaos ver o resultado hoje dia DDDD.Se o Sr. prefeito quizesse a amizade tinha conseguido com sua tropa de choque a volta do reveillon o tradicional no CAP.

    ResponderExcluir
  13. Na praça o barrao foi preso, no rsi a familia de baia o cacete comeu no centro.

    ResponderExcluir